Record é obrigada a exibir programas que promovam religiões afro-brasileiras – Notícias do Fim

Record é obrigada a exibir programas que promovam religiões afro-brasileiras

Postado com autorização do site GuiaMe

Após perder um recurso no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, a Record TV terá que produzir e exibir oito horas de conteúdo educativo sobre religiões de origem africana. A medida seria em razão de um “direito de resposta”, após a Justiça considerar que a emissora difamou essas expressões religiosas. Inicialmente, a decisão foi tomada em 2015 pelo juiz Djalma Moreira Gomes, da 25ª Vara Cível Federal, em uma ação civil conjunta,



movida pelo Ministério Público, Instituto Nacional de Tradição e Cultura Afro-Brasileira (Intecab) e pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e da Desigualdade (Ceert). Os autores da ação conjunta alegaram que tanto a Record TV quanto a Rede Mulher (extinta em 2007) foram responsáveis por agressões à imagem das religiões afro-brasileiras em alguns de seus programas. Entre os programas e quadros com conteúdo que foi considerados “ofensivo”

CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Record é obrigada a exibir programas que promovam religiões afro-brasileiras"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios