Preso por deixar o Islã, homem evangeliza na cadeia: “Tenho que viver como Jesus”

Reprodução do site Guiame

Um cristão que foi rejeitado por sua família muçulmana e preso na Nigéria, depois se converter ao Evangelho e se tornar pastor, compartilhou a forma como vários de seus companheiros de cela se converteram ao cristianismo como resultado de seu testemunho. O organização de apoio à Igreja Perseguida, Portas Abertas compartilhou a história de Bulus, que até cerca de seus 20 anos de idade, viveu uma vida semi-nômade, típica dos muçulmanos



Fulani que vivem na Nigéria. Ele cresceu aprendendo a temer a Alá e participar do habitual ritual de fazer suas orações islâmicas cinco vezes ao dia. Um dia, no entanto, um grupo de cristãos visitou sua aldeia. “Uma equipe de missionários veio à nossa aldeia. Depois de ouvir a mensagem que eles pregaram, entreguei a minha vida a Cristo”, explicou Bulus. Não surpreendentemente, os parentes muçulmanos de Bulus ficaram furiosos ao saber de…

CONTINUE LENDO