ONU estima que 767 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema



Para as Nações Unidas a persistência da pobreza é o principal desafio para se alcançar as metas globais. Uma reunião da Assembleia Geral avaliou os avanços  na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs, que foram realizados durante a 71ª sessão do órgão. De acordo com a vice-secretária-geral, Amina Mohammed, deve ser realçada a abordagem da igualdade de género e o uso de novas tecnologias para enfrentar essa

questão. Privações: A representante citou dados mais recentes que mostram que a taxa de pobreza extrema é de até 11%, que se traduz em cerca de 767 milhões de pessoas que ainda vivem com privações severas. Mohammed disse que as regiões da Ásia Oriental  e do Sudeste fizeram progressos significativos em contraste com os 42% dos habitantes da África Subsaariana continuaram a viver nem pobreza extrema. Consciência:

CONTINUE LENDO

(por Notícias do Fim) Isto significa que aproximadamente 10% da população mundial vive em extrema pobreza, pois no mundo existem 7,5 bilhões de pessoas, conforme o site: http://www.worldometers.info/br/

Seja o primeiro a comentar on "ONU estima que 767 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios