OMO defende ideologia de gênero e sofre retaliação na web



Postado com autorização do site GospelPrime.com.br

(por Jarbas Aragão) O chamado “marketing de lacração”, onde empresas associam sua imagem a pautas consideradas liberais, teve algum sucesso durante os anos em que a esquerda governava o país. Contudo, o Brasil de 90% de cristãos parece estar consolidando a chamada nova onda conservadora, que não tolera ataques à família. A marca de sabão em pó OMO, líder no seu segmento, descobriu isso da pior maneira possível. Seu comercial

para o Dia das Crianças, chamado “Comunicado urgente para pais e mães” acabou recebendo uma chuva de críticas nas redes sociais. Continua no canal da marca no Yoube, mas com pouco mais de 65 mil visualizações, 54 mil pessoas clicaram em “não gostei” e apenas mil em “gostei”. “Vamos Refletir?”, diz a abertura no vídeo. “Brincar de casinha é coisa de menina. Andar de skate é coisa de menino. Essas regras parecem coisa do passado, não é?…

CONTINUE LENDO

Veja também:

A Ideologia do Gênero infiltrada na família

Cidadãos que discordarem da ideologia de gênero poderão ser presos, no Canadá

Instituições cristãs podem ser obrigadas a seguir a ideologia de gênero, nos EUA

Seja o primeiro a comentar on "OMO defende ideologia de gênero e sofre retaliação na web"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios