Nigéria: grupo muçulmano bloqueia esforços da ONU para ajudar dois milhões de pessoas à beira da fome

Jihad vem em primeiro lugar. Deus quer a área islamizada. As pessoas famintas não devem ser impedidas de se opor a isso. Dois milhões de pessoas estão à beira da fome no nordeste da Nigéria, mas os esforços para alcançar alguns estão sendo frustrados pelos jihadistas de Boko Haram, disse a agência de alimentos da ONU nesta quinta-feira. Mais de 20 milhões de pessoas na Nigéria, Sudão do Sul, Somália e Iêmen estão em áreas atingidas pela

seca e estão passando fome ou estão em alto risco de fome na “maior crise que vimos nos últimos 50 anos”, disse Denise Brown , Coordenador de emergências do Programa Alimentar Mundial da ONU. “Enquanto eles estão todos em dificuldade, o nordeste da Nigéria é um que tem sob a nossa pele no PMA”, acrescentou. Cerca de 1,8 milhão de pessoas na área são classificadas como “à beira da fome”, disse ela, e o PAM está conseguindo…



CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Nigéria: grupo muçulmano bloqueia esforços da ONU para ajudar dois milhões de pessoas à beira da fome"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios