Mulher deixou de ser transexual após encontro com Jesus: “Provei o amor de Deus”



Reprodução do site Guiame

Por quase dez anos, Laura viveu como um homem transgênero carregando um novo nome: Jake. Mesmo sendo criada por uma família cristã, ela se afastou da igreja e passou a morar com um parceiro transgênero. “Eu cresci indo à igreja. Eu frequentava a Escola Dominical, fazia parte do coral infantil e muitas outras atividades. Mas faltava um relacionamento pessoal com Jesus Cristo”, disse Laura, que fazia parte da Primeira Igreja Batista de

Bartlesville, nos Estados Unidos. Travando uma luta com sua identidade sexual, Laura “não se sentia” como uma menina e decidiu abraçar uma vida transgênera aos 20 anos de idade. Embora tivesse apoio da igreja, a mãe de Laura se sentiu deprimida e isolada diante da situação de sua filha. Nesse período, Francine decidiu mergulhar com mais profundidade na Palavra de Deus. “Eu percebi que eu tinha uma fé mais baseada nas obras do que em…

CONTINUE LENDO

Veja também:

O Espírito Santo me disse que homossexualidade é errado, afirma ex-lésbica

Pastor ex-gay viveu mudança após se render a Deus: “Minha vida se tornou nova”