Mudanças Climáticas: Declínio das regiões frias, chamadas zonas periglaciais, agora é inevitável, dizem pesquisadores



(por Alex Morrison, University of Exeter) As zonas periglacias, onde há uma camada de terra congelada conhecida como permafrost, constituem cerca de um quarto da superfície terrestre e são encontradas principalmente no extremo norte e sul e em altitudes elevadas. Modelagem estatística prevê perda quase completa de processos periglaciais importantes no norte da Europa até 2100. Cientistas das universidades de Exeter e Helsinki e do

Instituto Meteorológico da Finlândia examinaram os processos naturais causados pela geada e a neve que ocorrem nessas zonas. Suas descobertas sugerem que – mesmo com estimativas otimistas de futuras emissões de carbono – as áreas cobertas por zonas periglaciais reduzirão dramaticamente em 2050, e elas “quase desaparecerão” até 2100. Isso teria um grande impacto sobre paisagens e biodiversidade, e poderia desencadear…

CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Mudanças Climáticas: Declínio das regiões frias, chamadas zonas periglaciais, agora é inevitável, dizem pesquisadores"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios