Militante deixa o Boko Haram e convida outros a se arrependerem



Reprodução do site Portas Abertas

Um desertor do Boko Haram convocou antigos militantes extremistas para se arrepender e deixar o grupo islâmico. Bana Umar, da cidade nordeste de Banki, na Nigéria, tinha 27 anos quando se juntou ao Boko Haram em 2014, no mesmo ano em que o grupo raptou quase 300 estudantes na cidade de Chibok. Umar disse que foi atraído por um amigo para se juntar ao grupo para “lutar e matar todos os infiéis”. Naquela época, ele disse que era

“emocionante” e as condições de vida eram boas porque o Boko Haram governava grande parte dos estados de Borno, Yobe e Adamawa, e tinha liberdade para operar nas regiões. “A vida é difícil para os militantes. Não é o que costumava ser no passado. É difícil encontrar alimentos para todos”, disse Umar. No dia 18 de agosto, ele fugiu junto de outro extremista e a esposa do comandante para quem Umar costumava trabalhar como guarda…

CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Militante deixa o Boko Haram e convida outros a se arrependerem"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios