Guerrilheiros tentam matar pastor na Colômbia, mas morrem durante ataque

Postado com autorização do site GuiaMe

A obra de Deus tem crescido na Colômbia, mesmo com a forte perseguição no país. Casos como o do pastor Pablo reforçam essa ideia. Ele continua firme no propósito de Deus, mesmo após grupos armados assassinarem um pastor que atuava em sua região. Antes, sua igreja contava com mais de 140 membros. Logo o espaço ficou pequeno e os fiéis acharam melhor construir um templo mais amplo. Mesmo achando arriscado devido às restrições  impostas



pela guerrilha, o pastor Pablo construiu uma igreja para 200 pessoas. Mas, nem tudo foi tão fácil. Pablo correu grandes riscos, a ponto de ser ameaçado pessoalmente por um comandante dos grupos armados. Foram oferecidas três opções ao líder cristão: ficar quieto (ou seja, não pregar o Evangelho), ir embora ou morrer. O pastor se recusou a se dobrar diante do que estava sendo oferecido e por isso um guerrilheiro foi enviado para destruir o templo e matá-lo.

CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Guerrilheiros tentam matar pastor na Colômbia, mas morrem durante ataque"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios