EUA proíbem equipe de viajar por Jerusalém devido a protestos pela mudança de embaixada

Wikimedia Commons / James Emery CC-BY


Postado com autorização do site Sputnik News – Termos de uso Aqui

Estados Unidos planejam evitar que seus funcionários governamentais viajem por Jerusalém oriental em meio à possível erupção de protestos contra a decisão do presidente Donald Trump de mudar a embaixada norte-americana para essa cidade, advertiu o Consulado Geral em uma mensagem de segurança. “Em meio à possibilidade de manifestações a partir de 6 de dezembro em Jerusalém e na Cisjordânia, funcionários governamentais

dos EUA e seus familiares não têm permissão até novo aviso de viajar pela Cidade Velha de Jerusalém e Cisjordânia, incluindo Belém e Jericó”, diz-se na advertência. O presidente dos EUA, Donald Trump, discursará em 6 de dezembro sobre a mudança ou não da sede da embaixada norte-americana em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, declarou em 5 de dezembro a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders. “Surgiram muitas perguntas em…

CONTINUE LENDO

Veja também:

9-ARTIGO – A “Solução dos Dois Estados” e as profecias bíblicas do fim dos tempos

Seja o primeiro a comentar on "EUA proíbem equipe de viajar por Jerusalém devido a protestos pela mudança de embaixada"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios