Em vez de demitir por não saberem ler, empresa alfabetiza auxiliares de limpeza



Postado com autorização do site SóNotíciaBoa

Uma gerente de São Paulo teve uma atitude nobre. Em vez de pedir para trocar o time de auxiliares de limpeza por não saberem ler, ela decidiu alfabetizá-los. Nátaly Bonato descobriu que os terceirizados eram iletrados por acaso, quando precisou resolver problemas de limpeza na WeWork Paulista. Ela pediu que eles escrevessem diariamente se a sala de cronograma havia sido limpa, ou não, com os motivos. “O relatório demorou 1 semana pra chegar e

quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e ai nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu Nátaly no Facebook. Em vez de trocar a equipe, a Gerente de Comunidades decidiu procurar nas escolas que fazem parte da WeWork alguém que pudesse alfabetizar os auxiliares de limpeza. Ela conheceu a pedagoga Dani Araujo, da MasterTech, que topou o desafio. “As pessoas não são descartáveis.

CONTINUE LENDO

Seja o primeiro a comentar on "Em vez de demitir por não saberem ler, empresa alfabetiza auxiliares de limpeza"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios