Cristãos são expulsos de cafeteria por proprietário gay



Postado com autorização do site GospelPrime.com.br

(por Jarbas Aragão) Um grupo de cristãos estava na cafeteria Bedlam em Seattle, Washington, quando foram expulsos. O motivo? Por ser homossexual assumido, o dono não queria como clientes quem condenava o seu estilo de vida. Os ativistas do grupo Abolish Human Abortion [Abolição do Aborto Humano] distribuíam folhetos contra o aborto nas ruas da cidade, quando decidiram fazer uma pausa. Dirigiram-se ao local mais próximo

onde conseguiam tomar um café e pararam ali para relaxar por uns minutos. De repente, foram confrontados por um homem que afirmava ser o proprietário do local. Um vídeo mostrando a embaraçosa situação viralizou no Facebook.  Os ativistas Caleb Head e Caytie Davis registraram o momento em que Ben Borgman, proprietário do local, começa a gritar “Eu sou gay. Vocês têm que sair daqui”, diz ele logo no início da filmagem. “Você está…

CONTINUE LENDO

(por Notícias do Fim) É muito injusto! Veja está matéria abaixo sobre cristãos sendo processados por não fazerem um bolo para casamento gay. Os gays podem expulsar os cristãos de suas lojas e não atendê-los, mas se for o contrário os cristãos são processados e obrigados a fechar seus negócios.

Padeiro processado por recusar fazer bolo de casamento gay

Seja o primeiro a comentar on "Cristãos são expulsos de cafeteria por proprietário gay"

Deixe um comentário

Seu e-mail não será mostrado. ** Campos obrigatórios